Close

18 de setembro de 2018

PAIXÃO DE CRISTO

A passagem bíblica conhecida como “Paixão de Cristo” é um momento marcante na História da civilização ocidental, tendo influenciado profundamente os comportamentos sociais e culturais nos últimos dois mil anos. Esse momento é retratado ano a ano em diversas localidades do Brasil.

Inclusive, no ano de 2009, uma das encenações mais tradicionais da Paixão de Cristo, a apresentação anual que ocorre em Nova Jerusalém/PE, foi considerada por lei, patrimônio imaterial e cultural de Pernambuco.

Em Palmas, essa encenação já ocorre há quinze anos, e a sua realização é uma forma de valorizar a cultura nacional, considerando suas várias matrizes e formas de expressão, como também uma forma de estimular a expressão cultural dos diferentes grupos e comunidades que compõem a sociedade brasileira;

A intenção do projeto é cada vez mais aumentar a qualidade da apresentação de forma a viabilizar a expressão teatral/cultural da cidade de Palmas e sua difusão em escala nacional. A apresentação é totalmente gratuita e o objetivo do projeto é alcançar o maior número possível de espectadores e, dessa forma, auxiliar a democratização da cultura no país.

Além da gratuidade do espetáculo o projeto faz inclusão no corpo do elenco principal e apoio, idosos assistidos pelo serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, dos Centros de Referência de Assistência social – Cras de Palmas, alunos assistidos pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE de Palmas, adolescentes assistidos pelo Sistema Sócio Educativo – CASE de Palmas, indígenas Xerentes de Tocantínia. O projeto também realiza ações de formação de plateia gratuitas em escolas públicas e outros ambientes populares. Todas essas ações são uma forma a incentivar a ampliação do acesso da população à fruição e à produção dos bens culturais, como também da acessibilidade das pessoas portadores de deficiências físicas e cognitivas;

Muitas dessas pessoas não tiveram contato com as artes cênicas de forma aprofundada, e por conta disso, o projeto oferece durante os ensaios profissionais capacitados a orientar os neófitos que a cada edição fazem parte do elenco e da equipe de apoio conhecimentos básicos que os permita participarem da equipe de forma a, mesmo que de forma inicial, impulsionar a preparação e o aperfeiçoamento de recursos humanos para a produção e a difusão cultural e também desenvolver atividades que fortaleçam e articulem as cadeias produtivas e os arranjos produtivos locais que formam a economia da cultura;

O projeto está de acordo com o artigo primeiro da LEI Nº 8.313, DE 23 DE DEZEMBRO DE 1991 e terá a finalidade de captar e canalizar recursos para o setor de modo a:

I – contribuir para facilitar, a todos, os meios para o livre acesso às fontes da cultura e o pleno

exercício dos direitos culturais;

II – promover e estimular a regionalização da produção cultural e artística brasileira, com valorização de recursos humanos e conteúdos locais;

III – apoiar, valorizar e difundir o conjunto das manifestações culturais e seus respectivos criadores;

IV – proteger as expressões culturais dos grupos formadores da sociedade brasileira e responsáveis pelo pluralismo da cultura nacional;

V – salvaguardar a sobrevivência e o florescimento dos modos de criar, fazer e viver da sociedade brasileira;

VIII – estimular a produção e difusão de bens culturais de valor universal, formadores e informadores de conhecimento, cultura e memória;

IX – priorizar o produto cultural originário do País.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *